Espaço, tempo e espaço-tempo: metáforas, mapas e fusões

Translated title of the contribution: Space, time and space-time: metaphors, maps and fusions

Chris Sinha, Enrique Bernárdez

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

Abstract

Cada língua possui recursos lexicais e gramaticais para especificar as relações entre eventos, objetos e falantes no espaço e no tempo. A linguagem do espaço e a linguagem do tempo estão intimamente relacionadas na maioria das línguas, senão em todas as línguas, e tem sido proposto que a linguagem do tempo é universalmente derivada da língua do espaço por meio de mapeamentos metafóricos. Contrariamos esta hipótese, com base em uma avaliação do espaço e do tempo nas línguas do mundo, embora reconhecendo que, provavelmente, as motivações cognitivas são universais para tais mapeamentos onde eles ocorrem. Enfatizamos a variabilidade linguística e cultural das relações linguísticas do espaço-tempo, e observamos que os conceitos culturais e linguísticos de tempo podem ser derivados de outros domínios conceituais além do domínio do espaço. Ressaltamos também que a motivação da estrutura linguística pela cognição (incluída pela metáfora conceitual) é sempre mediada por padrões e processos culturais.

----

Each language has lexical and grammatical resources to specify the relationships between events, objects and speakers in space and time. The language of space and the language of time are closely related in most languages, if not all languages, and it has been proposed that the language of time is universally derived from the language of space through metaphorical mappings. We counter this hypothesis, based on an assessment of space and time in the world's languages, whilst recognizing that cognitive motivations are probably universal for such mappings wherever they occur. We emphasize the linguistic and cultural variability of linguistic space-time relations, and note that cultural and linguistic concepts of time can be derived from conceptual domains other than the domain of space. We also emphasize that the motivation of linguistic structure by cognition (included by the conceptual metaphor) is always mediated by cultural patterns and processes.
Translated title of the contributionSpace, time and space-time: metaphors, maps and fusions
Original languagePortuguese
Pages (from-to)53-77
JournalRevista Brasileira de Linguística Antropológica
Volume7
Issue number1
DOIs
Publication statusPublished - 2015

Cite this